Polcia israelense usar drones para atender ocorrncias de disparos de armas de fogo


A Airobotics, fabricante israelense de veículos aéreos não tripulados (UAVs), firmou uma parceria com a ShotSpotted, empresa americana que atua no segmento acústico, para desenvolverem um sistema de drones capazes de detectarem tiroteios de forma precisa e seguirem até o local de forma ágil e eficiente.

O projeto foi criado para atender as demandas de segurança pública da região e permitir que a polícia consiga capturar imagens à distância. De acordo com um relatório, entre 2017 e 2020 foi registrado um total de 5.200 casos de tiroteio, sendo que dois terços dos criminosos não foram identificados.

Conforme explica a fabricante, o sistema consegue detectar sons altos através dos sensores acústicos desenvolvidos pela ShotSpotted utilizando uma combinação de inteligência artificial (IA) e humana para determinar se o conteúdo captado é referente a um tiro ou não, decisão que leva menos de 60 segundos para ser definida.

Ao ser deslocado para o local o drone passa a compartilhar com a polícia imagens ao vivo e deve contribuir para a identificação dos suspeitos, bem como fornecer mais informações para a equipe de resgate que segue para o atendimento médico à vítima, tecnologia que também é vista em outros modelos de UAVs.

Segundo a Airbotics, os drones conseguem operar de modo integral mesmo em condições climáticas adversas, podendo decolar e retornar à base de origem sem haver intervenção de um operador, recurso que maximiza a atuação das autoridades e permite atender as ocorrências de modo automático.

Segundo a Airbotics, os drones podem operar de modo integral mesmo em condições climáticas adversas, podendo decolar e retornar à base de origem sem haver intervenção de um operador, recurso que maximiza a atuação das autoridades e permite atender as ocorrências de modo automático.

A ShotSpotter está entusiasmada com a parceria com a Airobotics para desenvolver um novo mercado e ajudar a aplicação da lei israelense a responder mais rápida e precisamente a incidentes de tiros”, comentou Ralph Clark, presidente e CEO da empresa.

Acredita que os drones possam contribuir para aumentar a segurança pública? Conta pra gente, comente!



Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*