Vale o preo? MediaTek Dimensity 9000 30% mais barato que o Snapdragon 8 Gen 1


Após a revelação dos primeiros celulares equipados com os chips de última geração da MediaTek e Qualcomm, análises de mercado já são capazes de estimar o custo-benefício dos processadores mais avançados do mercado. Segundo uma pesquisa divulgada pelo MyDrivers, o Dimensity 9000 é cerca de 30% mais barato que o Snapdragon 8 Gen 1.

Os dados apontam que as fabricantes de smartphones pagam em torno de US$ 100 e US$ 110 (R$ 565 – R$ 620) por unidade do processador da MediaTek, enquanto o valor da nova geração do processador da Qualcomm está em torno de US$ 120 e US$ 130 (R$ 678 – 734). Os preços são justificados em função dos recursos que cada plataforma oferece.


Várias fabricantes devem utilizar o Dimensity 9000, incluindo a Samsung (Imagem: Reprodução)

Analisando as arquiteturas de ambos os chips, é possível encontrar os elementos da ARMv9 — núcleos baseados no Cortex-X2, A710 e A510, e as novas GPUs Mali —, mas há vários detalhes que diferenciam esses equipamentos e apontam os motivos pelos quais o Snapdragon 8 Gen 1 é mais caro e cotado pelas grandes marcas, como a Samsung e Xiaomi.

Os chips possuem desempenho muito similar, mas a MediaTek optou pelo processo de fabricação em 4 nanômetros da TSMC, que torna seu hardware mais eficiente. Dados prévios apontam que o Dimensity 9000 tem 50% mais eficiência de energia que o Snapdragon 8.

Em contrapartida, o processamento de sinal de imagem (IPS) é vantagem da Qualcomm, fazendo com que as fotografias produzidas com os celulares equipados com Snapdragon recebam um tratamento pós-captura perceptivelmente melhor. Esses detalhes podem ser observados em testes com aparelhos de câmeras idênticas, porém chipset diferente.



Dimensity 9000 vs Snapdragon 8 Gen 1: benchmarks de processadores topo de linha





Curiosidade
17 Dez




Disputa acirrada! Snapdragon 8 Gen 1 e Dimensity 9000 passam de 1 milh





Curiosidade
24 Nov


A performance em jogos executados sobre o Snapdragon 8 Gen 1 também é considerado mais vantajoso, mas o desempenho é reduzido ao passo que o chipset não possui boas otimizações para atenuar o calor gerado, causando problemas de superaquecimento.

Cabe às fabricantes de smartphones avaliarem qual processador atende aos objetivos de seus aparelhos — seja uso profissional, cotidiano ou para jogos — ao pesar quais preços e recursos carregam cada uma das soluções.

Snapdragon 8 Gen 1 ou Dimensity 9000: qual chipset mais interessa a você? Comente!



Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*