Linux Mint fecha acordo com Mozilla para manter o Firefox como navegador padro


A Linux Mint é uma das distribuições mais populares para Linux dos últimos anos e combina uma base do Ubuntu com diferentes ambientes, além de aplicações próprias. Em junho de 2020, as ISOs da Linux Mint 20 foram finalizadas

Na semana passada, a Linux Mint 20.3 foi lançada com novos recursos e agora, o sistema operacional fechou uma parceria com a Mozilla para manter o Firefox como seu navegador padrão.

A Linux Mint é baseada no Ubuntu e utiliza seus repositórios, mas a Canonical, a companhia responsável pelo sistema operacional, havia trocado o Firefox por um pacote do Snap na atualização 21.10 no ano passado.

Por mais que os pacotes do Snap sejam geralmente mais seguros do que softwares não conteinerizado do Linux, nem todo mundo gosta de utilizá-los. O projeto Linux Mint em particular lutou contra o Snap e citou falta de transparência da Canonical, além de uma natureza centralizada.

Através de um post em seu blog, a Linux Mint anunciou que assinou um novo acordo comercial e de desenvolvimento com a Mozilla que manterá o navegador Firefox como seu navegador padrão.

A Linux Mint continuará a distribuir o Firefox pelos repositórios de software como .deb package, assim como funciona atualmente e no Ubuntu antes da versão 21.10, sem utilizar o Snap.

Entretanto, todas as personalizações que a Linux Mint adicionou ao Firefox serão removidas, a página inicial não será mais a linuxmint.com/start e a ferramenta de busca será revertida para o Google.

A postagem no blog afirma:

Para a Mozilla, o objetivo é fazer o Firefox funcionar da mesma forma em todas as plataformas para facilitar a manutenção, facilitar o desenvolvimento e correção de bugs. Com essas mudanças, o Firefox dará a mesma experiência na Linux Mint que proporciona em outros sistemas operacionais.”



Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*