Coronavrus: micron tem disseminao 70 vezes mais rpida, segundo secretrio de Sade do Rio


O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, disse em entrevista que a nova variante Ômicron possui velocidade de disseminação 70 vezes maior do que a Delta.

Ele comentou em entrevista ao Bom Dia Rio da Rede Globo sobre os números de internados na cidade carioca e sobre o desfile das escolas de samba.

Nesta terça-feira (11), a pandemia bateu recorde com mais de 3 milhões de casos registrados em 24 horas em todo o mundo.



Coronav





Tech
11 Jan




Coronav





Tech
11 Jan


O prefeito da cidade, Eduardo Paes, disse em entrevista que é a favor de manter o desfile das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, caso sejam mantidos todos os protocolos de saúde. Ao ser perguntado sobre a cerimônia, Soranz afirmou ser prematuro tomar alguma decisão.

Essa é uma avaliação super difícil. A gente está com uma nova variante, o que muda completamente o cenário epidemiológico da cidade. A gente sabe que a ômicron se dissemina 70 vezes mais rápido que a delta, mas o comportamento dela é diferente nas pessoas que se vacinaram e nas pessoas que não se vacinaram.”

Na semana passada, Rio de Janeiro e São Paulo cancelaram o carnaval de rua devido ao aumento do número de casos de Covid-19.

Soranz afirma que há poucas internações na cidade e os pacientes mais frequentes são pessoas que não completaram o esquema vacinal. Segundo ele, no último domingo, 11 pessoas foram internadas e destas, duas haviam tomado apenas uma dose da vacina e o restante, nenhum imunizante.

Ele continua e explica que os sintomas da Ômicron são muito mais leves em pessoas totalmente imunizadas. O secretário recomenda que pessoas não vacinadas evitem se expor.

Há poucas internações de pessoas completamente imunizadas. Mas há uma preocupação grande de como essa variante vai se comportar na nossa população. A principal estratégia é ampliar a cobertura vacinal e precisamos ampliar a dose de reforço, além da vacinação em quem não tomou nenhuma dose ou não completou o esquema vacinal.”

Sobre a perda temporária de profissionais de saúde, afastados pelos casos de Covid-19 e Influenza, Soranz afirmou que a Secretaria de Saúde precisou procurar mais funcionários para suprir a alta demanda de atendimento que surgiu nas últimas semanas e chamará profissionais do banco de concursos, no intuito de reforçar as unidades de saúde.

O secretário também afirma que a cidade vive um momento desafiador pelo número de casos da doença e ampliará os pontos de testagem na cidade carioca.





Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*