Apple e Samsung so multadas em R$ 25,9 milhes pelo Procon Fortaleza por venda de celular sem carregador


As empresas Apple e Samsung foram multadas em R$ 25.931.250,00 pelo Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) por venda de aparelhos celulares sem carregador.

A autuação foi divulgada nesta quarta-feira (12) pelo Procon Fortaleza, que afirmou ter encontrado irregularidades durante visitas de fiscais do órgão a lojas que vendem os celulares das marcas no Centro e em shoppings da capital do estado.

Ambas as empresas foram multadas em R$ 15.558.750,00. Porém, como foi a primeira autuação do Procon Fortaleza contra a Apple, o valor foi reduzido em um terço, como prevê a legislação, ficando em R$ 10.372.500,00.

De acordo com a diretora do Procon, Eneylândia Rabelo Lemos, o carregador é um acessório indispensável para o funcionamento do equipamento e retirá-lo da venda juntamente com o equipamento principal é uma forma de venda casada.

“Fica evidente que o consumidor terá que adquirir o carregador futuramente, obrigando-o a uma nova compra. Isto caracteriza venda casada”, afirmou Eneylândia.

Procuradas pelo portal G1, a Samsung informou que os clientes podem solicitar gratuitamente o resgate do carregador através do próprio site da fabricante dentro do prazo de 30 dias após a compra. A Apple não se pronunciou sobre o assunto.

Em outubro de 2020, a Apple anunciou que todos os iPhones comercializados não iriam mais vir com o carregador e fones de ouvido na caixa. Segundo a empresa, os usuários podem reaproveitar os acessórios de modelos antigos ou comprar novos.

O argumento apresentado pela Maça foi de que seriam economizados em torno de 2 milhões de toneladas métricas de carbono anualmente com a retirada dos acessório e a venda separada. A Samsung seguiu na mesma linha meses depois.



Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*