Tudum no bolso! Netflix aumenta preo de assinatura nos EUA


Apesar da presença de grandes concorrentes, de HBO a Disney, a Netflix ainda continua sendo a força dominante nos Estados Unidos quando o assunto é serviço de streaming. Por lá, o serviço anunciou nesta sexta-feira (14) que realizará um aumento no valor dos seus planos.

Com data do último ajuste no país marcada no último trimestre de 2020, as novas taxas atingirão todos os planos disponíveis, “básico”, “padrão” e “premium” – os mesmos ofertados aqui no Brasil, e os preços já estão vigentes para novas assinaturas, com reajuste marcado para a próxima fatura no caso dos assinantes antigos.

“Estamos atualizando nossos serviços para conseguir continuar a oferecer uma ampla variedade de opções de entretenimento de qualidade”, relatou um representante da empresa ao portal Reuters.

Com o reajuste, o plano básico – que oferta apenas uma tela e resolução máxima de 480p – passará de U$$ 8,99 para U$$ 9,99. O padrão, que entrega duas telas e resolução em FullHD (1080p), passa de U$$ 13,99 para U$$ 15,49. E o premium, que permite até quatro telas e visualização em Ultra HD 4K e HDR, além de som Dolby Audio, passa de U$$ 17,99 para U$$ 19,99.

No Brasil, os planos custam R$ 25,90, no caso do básico, R$ 39,90 para o padrão e R$ 55,90 para o premium. Por aqui, o último reajuste foi em julho de 2021 e chegou a ser motivo de alfinetadas por conta dos concorrentes.

Apesar do reajuste soar negativo à clientela (afinal, quem gosta de pagar mais caro?), a notícia foi bem recebida pelo mercado. Na Nasdaq, bolsa de valores norte-americana, as ações da empresa chegaram a ter uma alta de 3% após o anúncio, com os papéis fechando a U$$ 525,69, 1,3% acima do valor de abertura.



Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*