Apple na mira da justia: Ericsson alega violao de 12 patentes aps licenas expirarem


Segundo a Foss Patents, a Ericsson entrou com várias reivindicações pelas suas patentes que não tiveram licença de uso renovadas pela Apple recentemente. Elas são relacionadas a diversas tecnologias presentes nos seus dispositivos incluindo o 5G no caso dos iPhones.

O contrato de licença cruzada de patentes da Ericsson com a Apple expirou e nenhuma renovação foi acordada, razão pela qual o litígio por violação tornou-se inevitável.




O IAM foi o primeiro a identificar dois pedidos da Ericsson contra a Apple no Distrito Oeste do Texas sobre quatro patentes em um caso e oito no outro. A Apple previsivelmente retaliará, mas a exposição da Apple às afirmações sobre patentes supera a da Ericsson.

O 9to5Mac diz que a Apple pode não ter renovado o contrato, pois tentou negociar acordos mais vantajosos com a Ericsson, que fracassaram, onde a Maçã não aceitou pagar uma taxa de US$ 5 por dispositivo licenciado pela dona das patentes. Isto levou a Apple a processar a Ericsson em dezembro de 2021 por considerar os seus termos injustos, discriminatórios e irracionais.

A Apple previsivelmente retaliará, mas a exposição da Apple a declarações de patentes supera os desenvolvimentos recentes da Ericsson na jurisprudência em várias jurisdições importantes a favor da causa da Ericsson.

Como você pode ler acima, a situação pode se tornar ainda mais complicada, afinal a Ericsson também depende de patentes da Apple, então é altamente provável que haja retaliação por ambas as partes.

É interessante mencionar que o alto escalão judiciário dos EUA já trabalha em novas regras para patentes que poderiam beneficiar a Apple neste caso, mas elas não devem ser aprovadas até o fim do processo envolvendo a Ericsson.



Source link

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*